segunda-feira, 15 de março de 2010

Convite ao amor




Amor fitemos este ar primaveril…fitemos
O ar bucólico…enlacemos nossos corpos
Contemplemo-nos…elevemos nossos copos
Em forma de saudação ao amor…brindemos!

Amor admiremos os campos e suas imensas vidas
Envolvamo-nos  na brandura do ar que passa
Embriaguemo-nos nos odores no auge de graça
Demos graças ao Senhor!Ao amor às boas vindas!

Lancemos as tormentas fiéis momentos de dor
Lancemo-las para um bardo sem vivalma a cantar
Em simultâneo desnudemos nossos corpos, amor

Escutemos, a melodia de sua majestade campestre
Amor fitemos o desabrochar das flores de mil tons
Lancemo-nos em êxtase uno sem a saudade agreste.


Maria Luzia Fronteira

Funchal, 15 de Março de 2010

1 comentário:

Flavia Assaife disse...

Manu,

As várias faces do amor em versos rimados que nos faz brindar com muito agrado a beleza destes traços!

Beijos

Flávia